quinta-feira, janeiro 10

Dias feios

E os dias podem não ter interesse nenhum. Por entre livros e calculadoras, de pijama e sem sentir o cheiro a inverno que a rua transpira. Podem ser uma monotonia pegada. A ver a felicidade dos outros e a consolarmos-nos com ela, nos filmes com finais felizes que passam na tv, ou nas imagens perfeitas, em que todas as raparigas gostavam de estar, exibidas pelo Tumblr. A verdade é que o que realmente interessa é chegarmos ao final do dia e deitarmo-nos de barriga cheia, com um sorriso estúpido para almofada porque estamos cheios do que nos faz falta. E acreditar que o realmente importa, é o nosso bem estar, de corpo e alma.

With love,
PAT

1 comentário: