quinta-feira, agosto 22

A vida

E talvez os meandros da vida estejam à espreita para nos pregar partidas e sustos por entre curvas apertadas e despistes a fundo sem que estivéssemos  à espera. Ou talvez nao seja nada disso. Provavelmente esperam-nos rectas para acelerar a fundo e fugir dos medos que nos assombravam a estrada. E se nao for nada disso é como uma pista de karts onde nos divertimos a brincar com tudo isso como se nao houvesse amanha. A vida é isso. Uma coisa que pouca gente sabe bem como conduzir e toda agente conduz sem saber.
Pelo menos a minha é assim: uma merda com curvas de morte e rectas de amor eterno. Que se lixe!