terça-feira, outubro 28

Mulheres apaixonadas

(...)

Percorriam a baixa Chiado confessando às paredes o vazio que sentiam por não terem a seu lado quem muito desejavam. Quem as fazia perder noites de sono e não lhes saia da cabeça dia após dia, todos os dias. Protegiam-se a si próprias, fazendo braços de ferro com o coração, exclamando que quem perdia era ele.. que não percebia que estava a deixar fugir a mulher da sua vida, se deixasse que o fosse. Que é burro. Porque a troca pelas outras ... miúdas, parvas, vazias... com todos os defeitos habituais de todas as mulheres com quem os homens de quem gostamos andam metidos. 

«Se ele deixasse ... eu fazia dele o homem mais feliz do mundo.»

As mulheres apaixonadas são assim. Difíceis, indiferentes e mostram-se quase sempre distantes, mas no fundo, são uns corações moles despedaçados que não sabem o que fazer à vida quando não vos têm por perto. E quase sempre andam mais perto de vocês do que julgam.  
Acreditem que as paredes às vezes deviam ter ouvidos. Mais não fosse para que ouvissem as coisas acertadas que dizem sem que vocês imaginem. Do que lhes passa pela cabeça de vez em quando, quando sonham acordadas nas noites de insónias tidas à vossa pala; nos dias que passam sem sentido porque o vector direccional - tu, quem sabe - não está lá. Do que sabem a mais e preferiam não saber - as mulheres apaixonadas sabem sempre mais do que deviam saber. Do que estavam dispostas a fazer por vos ter na palma da mão, que é como quem diz num lugar privilegiado - que é o melhor lugar do corpo humano feminino -, o coração. 

Há coisas que se vocês soubessem... 

As mulheres apaixonadas são um filme tridimensional. Elas vão querer ter-te deitado todos os dias a seu lado, mas no mínimo vão mostrar que o teu lugar é na China. E tu, burro, vais achar que é verdade. Vão querer escrever-te uma mensagem todos os dias a toda a hora, mas de todas as vezes vão apagar o texto e esperar que te lembres que no mundo ela existe. Mas tu nunca te vais lembrar. Vão ouvir a ultima discografia de heavy metal e fingir que gostam só para poderem ter a sorte de serem convidadas para o concerto da semana seguinte. Com quem vocês vão acompanhados do engate mais recente que, com sorte, até se apaixona primeiro pelo heavy metal do que por vocês. 

As mulheres apaixonadas emagrecem de raiva. Fazem planos megalómanos e fingem que nada as afecta. 

Até que descobrem o silêncio e percebem o quanto são fracas, 
sem vocês por perto.

Patrícia Luz
29 de Outubro de 2014


                                                                   Instagram | Tumblr | Youtube 

3 comentários:

  1. Olá Patrícia nomeei o teu blog para o Liebster Award ;)

    Aqui está o link da nomeação para saberes o que fazer ;) Vamos ajudar a divulgar os blogs com menos de 200 seguidores
    http://sumakeup.blogspot.pt/2014/10/ola-todos-fui-nomeada-pelo-blog-keep.html

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  2. alo Su! :) Antes de mais obrigada pela nomeação! :D

    Como ja tinha sido nomeada anteriormente, adicionei algumas das tuas perguntas nestes post de modo a completá-lo e responder tb à tua nomeação :) Beijocas
    http://vaificartudobeem.blogspot.pt/2014/10/esta-sou-eu.html

    ResponderEliminar