quarta-feira, maio 27

wind


«I can't change the direction of the wind, but I can adjust my sails to always reach my destination.» Jimmy Dean


                                                                                               Instagram | Tumblr | Youtube

quinta-feira, maio 21

Coisas que não me vou esquecer I

Ao som de Não me perco.

Não sei precisar o dia. Lembro-me de ti vestido a rigor, de bloco de notas e caneta na mão. 
Estava calor. O sol encandeava-nos enquanto percorríamos a rua em passo apressado para aquele que era o último encontro do dia, perdidos entre os números das portas, o nome das ruas e as picardias em tom inteligente, cujas entrelinhas diziam muito mais do que realmente pareciam querer dizer.

Atrasados na hora, perdidos no tempo. 

Foram raras as vezes em que me acompanhaste, mas nunca me esquecerei desse dia. Nunca me esquecerei de ti sentado ao computador, com a cabeça no que ias fazer a seguir. A despachar tudo à pressa para não perderes o comboio da minha vida. Como era rápido o comboio da minha vida... não é? 

Lembro-me do teu sorriso naquele elevador antigo minúsculo onde nos enfiaram no final da tarde. Lembro-me especialmente de não saber onde enfiar os olhos. Descobri que a claustrofobia me atacava de vez em quando.
«- Este elevador é daqueles que têm o stop», brincava. Sorriamos em tom alto. Mal eu sabia que stop era o que devia ter feito ao tempo naquele momento. 

O cheiro a croissants no ar, matou-nos a fome. As crianças felizes transportam-se para o nosso corpo de vez em quando. 

O sol baixava. Os dias ficavam maiores. 
Em tom pachorrento descartava-te da minha vida sempre que podia. Convencias-me sempre do contrário. Porque eu deixava. Porque não era o que eu queria. Ainda que fosse...
Não queria gostar de ti. Não queria sentir-me bem contigo. Não queria habituar-me ao que mais me fazia falta. Tu, alguém como tu. 

Não me vou esquecer das pessoas a correr no parque. Nem da tua mão no meu cabelo. 
Aquilo que menos queremos que aconteça é o que mais nos fere a memória quando as lembranças passam a saudade. E quando me tocavas no cabelo o meu corpo estremecia dos pés à cabeça e os meus olhos fechavam em câmara lenta sem que te apercebesses. 

Quando subimos os degraus do anfiteatro ... 

O medo aperta quando a incerteza nos consome. Ter-te ali sentado, só comigo, com a melhor vista da cidade diante dos nossos olhos, aquecidos pelo meu sol favorito do dia, sem minutos e sem horas, e sem palavras, e sem tempo... fez-me ligar um fio invisível ao teu coração, não por seres tu, nem por me teres levado até lá, mas por seres a minha paz, o meu abraço fechado sem que tivesse sido preciso enrolares-me nos teus braços, naquele momento. Naquele pedaço de vida. 

Serei para sempre muito melhor a escrever sobre o amor do que a amar. 
E este será para sempre o dia em que me apaixonei por ti, ainda que o não soubesse. 

Pudesse tudo voltar atrás. 
Pudesse parar para sempre o tempo lá. Onde sorriamos em tom alto.

Patrícia Luz
21 de Maio de 2015 



                                                                                     Instagram | Tumblr | Youtube

terça-feira, maio 19

19 de Maio 2015


Dia 19 de Maio 2015 - Hotéis Real
Um ano passou. Se me perguntassem há um ano onde me via hoje, preferia poder dizer-vos que gosto de estar onde o destino acredita que devo estar.
O esforço, o trabalho, a dedicação podem levar-nos muito longe. Mas nada nos leva mais longe do que a força da mente em acreditar que podemos ir onde nunca pensámos ter lugar.
Durante meses acreditei na minha dedicação. Acreditei quando todos me deram palmadinhas nas costas, quando os meus pais me desencorajaram, quando os meus amigos me chamaram de parva. Acreditei quando me bateram a porta e voltei a abrir uma janela. Quando os conselhos chegavam de todos os lados a pedir para abandonar o barco ...
A minha dedicação devo-a a mim. Porque sonhos constroem-se de noite, enquanto toda a gente dorme.
O resto devo a quem muito me quer bem - todos os dias da sua vida - e essas pessoas sabem quem são, porque as adoro do fundo do coração e lhes agradeço por isso todos os dias da minha vida.
Serve isto para dizer que desistir é importante. Mas do caminho que temos a certeza que não queremos seguir.

Um bem haja!

Patrícia Luz

                                                                                 Instagram | Tumblr | Youtube

quinta-feira, maio 14

« Tão inteligente para escrever sobre o amor e tão burra para amar ... » Clarisse Lispector 


Eu. 

Eu. 
Eu!



   
                                                                             Instagram | Tumblr | Youtube

terça-feira, maio 5

Ganhar o dia

Dizerem-te num final de dia « De ti só quero que sejas o que és», é ganhar todo o dinheiro do mundo sem ganhar um cêntimo e ser feliz. E pelo menos isto, ninguém me tira.


Patrícia Luz

5 de Maio de 2015 


    
                                                                          Instagram | Tumblr | Youtube

domingo, maio 3

1,2,3

Estar bem e feliz é uma questão de escolha e não de sorte ou mero acaso. É estar perto das pessoas que amamos, que nos fazem bem e que nos querem bem. É saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. É distanciar-se de falsidade, inveja e mentiras. Evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva e as mágoas, que nos tiram noites de sono e em nada afectam as pessoas responsáveis por causá-los.É valorizar as palavras verdadeiras e os sentimentos sinceros que a nós são destinados. E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e carácter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las.

Friedrich Nietzsche

Decepções pagam-se com sorrisos. Aqui têm o meu! Façam bom proveito que veio pra ficar.

                                                                      Instagram | Tumblr | Youtube