terça-feira, março 31

Eu avisei

«A culpa não és tu, sou eu»

Tretas. A culpa és tu.
Esta é só a desculpa ideal para dizer que no fundo alguém é suficientemente boa pessoa, mas não é tchana, não é top mundial. Que não me faz suspirar dez vezes ao dia por pensar que não a posso ver, ou querer saltar do aquário mesmo sabendo que posso morrer no minuto a seguir. Dizer-te que a culpa é minha é a desculpa ideal para não te fazer sofrer. Para te explicar que sou um falhado por insistir em bater com a cabeça no que me faz mal, mesmo que tenha encontrado o tesouro mais bem guardado do planeta dentro do teu coração. 

A culpa é tua. Porque não me encheste as medidas como pensava, porque não acompanhaste as expectativas. A culpa é minha por me desiludir e não ter coragem para o dizer assim, pão pão, queijo queijo. A única solução é esta: arranjar o meio termo. É tirar-te um peso de cima. É deixar a porta entre-aberta, ou fechá-la muito devagarinho para não perceberes que te bateu mesmo em cheio na cara. Quase no momento em que estavas pronta para abrir a boca e vomitar tudo cá para fora. 

O problema não é meu. Mas eu finjo que é.
Só para tirares o cavalinho da chuva e não dizeres que não te avisei. 

Patrícia Luz
1 de Abril de 2015

                                                                                Instagram | Tumblr | Youtube

2 comentários:

  1. Adorei! Pensamos da mesma maneira :)
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Obrigada! Digo-te o mesmo :) muitos beijinhos

    ResponderEliminar