segunda-feira, outubro 6

Quinta dos Vales - A minha casa por um dia





Domingo, 5 de Outubro de 2014
Feriado - Dia aberto Quinta dos Vales
9 a.m - 20 p.m


Motivada pela curiosidade de saber um pouco mais à cerca da industria vinicula Algarvia bem como sobre a arte que se impõe ao longo de cerca de cinquenta hectares de terra, foi assim que fiz da Quinta dos Vales a minha casa por um dia. 

Situada no coração do Barlavento Algarvio, onde o ar cheira a figos e os olhos viajam por entre o verde das vinhas que nos circundam no perder de vista, foi  em 2007 que Karl Heinz Stock, nascido na Alemanha, deixou os seus negócios no sector dos combustíveis e no imobiliário na 
Rússia para se dedicar à vitivinicultura e à arte, naquele que em tempos foi um espaço ocupado pela simples e tradicional agricultura da região. 

Do tinto, ao branco, passando por o Rosé -  várias foram as tonalidades exibidas nos copos das centenas de pessoas que por ali passaram, também elas motivadas pela curiosidade de saber um pouco mais sobre os processos necessários e distintos para que o verde que os seus olhos alcançam se pudesse transformar na bebida dos deuses que ora passeavam nas suas mãos e degustavam nas suas bocas.

Ao som de vários géneros musicais, saboreando o que há de melhor no Algarve e desfrutando de alguns espectáculos de dança, desenho e graffiti, entre outros, foi possível aos visitantes da Quinta dos Vales conhecer um pouco do que Portugal tem de melhor.

 E como eu adoro o que é nosso! 

Patrícia Luz
7 de Outubro de 2014

Curiosidades

- Uma pipa custa entre 400 e 600€;
- Cada pipa é usada no máximo durante 6 anos (para 2 lotes de produção; 3 anos cada lote);

- As caves devem manter-se a uma temperatura entre 16º e os 18º graus de modo a garantir a qualidade do vinho;
- Uvas mais ricas em açucar originam vinhos com uma percentagem de álcool mais elevada;
- O vinho tinto é fermentado incluindo as peles e grainhas das uvas, não acontecendo o mesmo com vinho branco que é fermentado livre de quaisquer resíduos; 
- A Quinta dos Vales Exporta cerca de 20% da sua produção total;
- Existe uma combinação de castas portuguesas com castas francesas de modo a facilitar a exportação;
- O vinho branco começou a ser produzido de modo a abastecer a orla costeira algarvia por ser uma zona rica em peixe e marisco, gastronomia esta normalmente acompanhada por este tipo de vinho.




Quero ainda deixar destaque ao trabalho do Pedro Guerreiro que é absolutamente brutal e agradecer-lhe a ajuda que me deu durante este dia, bem como a todos aqueles que colaboraram comigo, nomeadamente e incansavelmente à Snhr.ª Maria Conceição Carvalho e restantes colaboradores da Quinta dos Vales, ao Snhr. Raul Araújo pela amizade e ao Sushi Yama que já me fez começar a gostar minimamente mais de sushi. Bem hajam! 












                                                                  Instagram | Tumblr | Youtube 

Sem comentários:

Enviar um comentário