segunda-feira, janeiro 26

Um dia vou escrever





Um dia vou escrever para ti. Vou deixar-te mais do que um bilhete e vomitar palavras que podiam ser anos de conversa a teu lado. Vou escrever-te para te ter por momentos. Para te explicar o que não tem explicação. Para tentar pelo menos. Para saberes tudo o que não sabes. O que não sonhas. Um dia vou escrever-te porque sim. Vou dizer-te como tremi no primeiro dia em que te vi, e no segundo, e sempre que te vejo. Como é ser forte de todas essas vezes. Um dia vou escrever para ti sobre o valor das coisas, das pessoas e das mulheres. Sobre os teus defeitos e manias. Sobre tudo o que odeio em ti. Vou responder aos sms que te enviei e aos quais não obtive resposta. Vou mostrar-te como o silêncio responde a mil perguntas sem parecer mal o suficiente para de odiar. E te esquecer. Vou escrever-te para me libertar de ti. Para te agradecer o que me ensinaste. O teu abraço. Pelas borboletas na barriga e arrepios de estomago. Ou talvez por nada.  
Vou escrever-te para saberes que ainda me lembro de ti. Vou escrever-te no dia em que as respostas te faltarem. E talvez o silêncio te consuma por dentro ao ponto de escreveres tudo isto para alguém. Alguém suficiente vazio de sentimentos. Como tu.   

        


                                                                            Instagram | Tumblr | Youtube

4 comentários:

  1. Também adorei as calças :) São de onde? :b

    ResponderEliminar
  2. It would be amazing to understand the text but unfortunately I speak only English and Italian!
    Very nice blog. What about inspiring each other?

    I'm following you. Hope that you will visit me at theveryvictoria.blogspot.com!

    ResponderEliminar